BARRAGEM DO FRIDÃO



GOVERNO DO PS VEM AGORA DAR NOVAMENTE FUNDAMENTOS DA ACÇÃO JUDICIAL APRESENTADA PELA JUNTA DE FREGUESIA DE S. CRISTÓVÃO DE MONDIM DE BASTO.

Segundo as notícias publicadas esta Segunda-feira – 18 de abril de 2016 - na comunicação social, o Governo decidiu suspender por 3 anos o início das obras da Barragem do Fridão. Esta decisão, inconclusiva, mostra ser a pior das decisões possíveis, pois mantém o impasse, o que por si só, acaba por não resolver o problema, agravando, ao invés, a vida de todos os mondinenses. Esta notícia releva e sublinha os fundamentos que levaram a Freguesia de S. Cristóvão de Mondim de Basto a desencadear a Ação Popular que apresentou no Tribunal Administrativo de Mirandela no ano de 2014. Esta decisão faz jus à coragem que outros não tiveram, porque assumiu isoladamente uma situação legítima na defesa das populações. O tempo mostrou que tínhamos razão.

Nesta medida a Junta de Freguesia aproveita novamente a oportunidade para relembrar a todos os Mondinenses que se sintam lesados com os sucessivos adiamentos e indefinições na construção da Barragem de Fridão de que este é momento de agir. Mais três anos de espera não é nem mais, nem menos do que adiar o problema, dado que os impedimentos e as condicionantes se manterão. Todos os lesados podem ainda juntar-se à Ação Popular, apresentando no Tribunal de Mondim de Basto os seus pedidos de indemnização. Para mais informação, basta que se dirijam à Junta de Freguesia e aí apresentem as suas reclamações de forma a que obtenham o devido acompanhamento dos serviços jurídicos da Freguesia.

Comentários