Mensagem do Presidente

Fernando Maria Dinis de Carvalho Gomes

O papel de um autarca, com a sua personalidade, representa e exerce um poder político tendo por referência o programa eleitoral para o qual foi eleito, a sua matriz ideológica, os valores que defende e a estratégia de ação para dar resposta aos problemas do quotidiano e expectativas da comunidade, observando a sua identidade, os seus costumes e o bem-estar. O poder político legitima-se no compromisso celebrado no ato eleitoral, entendido como um compromisso implícito com base no programa eleitoral.

O cargo político é uma responsabilidade expostas aos apelos e interpelações de um corpo social que transcende o universo eleitoral para abarcar a vivência real das populações no seu dia-a-dia e os anseios face ao futuro. A prática política deve ser conduzida na perspetiva de um serviço público agregador das comunidades, com as suas diferenças culturalmente enriquecedoras e no estímulo às iniciativas sociais, mas também económicas.

O autarca deve conhecer detalhadamente a freguesia, a sua história, as suas tradições e contatar de uma forma sincera e disponível com as pessoas e com as instituições locais, promovendo a interajuda, parcerias múltiplas e o desenvolvimento local dentro de um convívio saudável.

O autarca é um elo liderante e agregador da comunidade, é o rosto da instituição pública, próximo e disponível para um trato pessoal e solidário. Espera-se do autarca uma presença permanente que assegura a rotina e os estímulos necessários ao decorrer normal da vida da comunidade, que saiba partilhar os momentos de festa e que prontamente responda nas horas de dificuldade. É uma figura, ao mesmo tempo, representativa e simbólica, mas também de confiança, prática e consequente. O autarca deve ser capaz de cultivar o sonho, ser imaginativo, visionário e estratega, sem deixar de ser sempre responsável, consciente dos riscos e com apurado sentido das realidades e dos seus limites.

A comunidade quer um autarca em quem confie e reconheça dedicação, emprenho e capacidade para cuidar do bem comum, o que se deve manifestar também na satisfação com que o autarca exerce o cargo e o prazer que tem em contribuir para o progresso e o bem estar da comunidade.

Fernando Maria Dinis de Carvalho Gomes

Presidente da Freguesia
S. Cristóvão de Mondim de Basto

Comentários